Como Aproveitar os Momentos de Crise

Brasil em Crise
O momento atual do Brasil não é dos melhores. A economia apresenta sinais nada positivos, redução do PIB, crescimento de inflação, aumento de juros, mais impostos, redução de vendas, dentre outras notícias nada animadoras para o mercado.

Passando por diversas cidades brasileiras litorâneas e turísticas, principalmente no nordeste tais como Aracaju, Fortaleza, Recife, Natal, São Luís, Salvador, sente-se um forte desaquecimento de setores como bares, restaurantes, hotéis e outros negócios voltados à este segmento.

Setores industriais, de serviços e comércio também sofrem muito com a redução da atividade econômica, no segmento industrial podemos citar alguns exemplos: alimentação, vestuário, eletro eletrônicos, linha branca e automóveis; no setor de serviços temos uma redução significativa em agências de viagens, hotelaria, aluguel de carros, etc. No segmento de comércio, shoppings, centros comerciais de bairros e supermercados vem tendo reduções significativas de vendas.


Crises Geram Oportunidades


Como Aproveitar os Momentos de Crise para Novos Negócios
Fique Atento ao Mercado e Aproveite as Boas Oportunidades que Certamente Virão

Mas calma, não é o fim do mundo, nem é a primeira e nem será a última crise que viveremos.
Muitas ainda virão e outras já se foram. É preciso aprender com as crises, entender o que foi feito no passado, o que deu certo e o que não deu, para que consigamos repetir os sucessos e evitar os mesmos erros.

Não fazer nada, ficar chorando ou colocar culpa nos outros, no governo, no mercado, no ministro, definitivamente não são as melhores alternativas, nem o melhor caminho. As condições ruins e difíceis estão presentes no ambiente para todos, é uma disputa mais acirrada, porém não devemos fugir dela, deve-se enfrentar e superar estes obstáculos.

No livro “Pai Rico Pai Pobre” de Robert Kiosak, é citado o caso de sucesso na gestão de imóveis nos Estados Unidos, aonde investidores procuram adquirir casas, galpões e terrenos em momentos de crise econômica, se aproveitando assim de baixas no mercado, o objetivo era recuperá-los e aguardar o fim das crises para vender com altos lucros.

Essa é uma lição importante que devemos observar, ou seja, em momentos de crises, boas oportunidades aparecem no mercado de venda, bons ativos, mas que passam por dificuldades e seus proprietários atuais não apresentam liquidez suficiente para manutenção e operação deverão sair do mercado, ofertando-os com bons preços e propiciando boas chances de negociações.

Hotéis, bares, restaurantes, lojas, estoques, imóveis, fábricas, empresa de serviços, enfim, diversos ativos com a crise, deverão ser vendidos por preços convidativos, será então o momento de ir às compras, aproveitar o momento para realizar boas aquisições e se preparar para o fim da crise.

Como diria o ditado popular “não há chuva que passe, ferida que não sare, noite que não amanheça…”.

Durante a crise, apenas reclamar não ajuda, meu conselho é ficar atento ao mercado e aproveitar as boas oportunidades que certamente virão.


Adm. Pierre Januário.
Mestre em Gestão de Empresas, MBA em Gerenciamento de Projetos, Especialista em Desenvolvimento Econômico Local e Gestão de Empresas.

Deixe uma resposta